Sobre chave, adversários e duplas improváveis.

A chave de duplas Monte Carlo foi anunciada neste sábado e finalmente conhecemos os adversários de Bruno Soares, Marcelo Melo e as principais parcerias do circuito.

mc

Masters são Grand Slams peneirados em termos de chave. Ou seja, é muito pior. Todas as boas duplas jogam e, logo de cara, excelentes confrontos acontecem. Confiram os prováveis confrontos abaixo.

Os brasileiros:

  • Bruno Soares e Alexander Peya [7]
    São os cabeças de chave 7 da competição, assim receberam um bye na primeira rodada.
    Na segunda rodada, enfrentam os vencedores de Benneteau/Zimonjic x Bracciali/Seppi.  São duas duplas que foram formadas há poucos dias (Benneteau/Zimonjic pretendem continuar a temporada juntos e Bracciali/Seppi se juntaram apenas para o torneio monegasco) mas possuem duplistas excelentes liderando a parceria.
  • Marcelo Melo e Marin Cilic
    Enfrentam a parceria formada por Milos Raonic e Bernard Tomic, uma batalha de sacadores.
    A vantagem vai para Cilic/Melo, já que, tanto Raonic quanto Tomic, mostram muitas dificuldades quando jogam no saibro, por possuírem um estilo de jogo baseado em seus saques.

Os cabeças de chave:

  • Bob Bryan e Mike Bryan [1]
    Adversários: Kohlschreiber/Mayer ou Huey/Janowicz.
    Os irmãos podem mostrar mais dificuldade em uma possível partida contra Huey/Janowicz, que equilibra muito bem saque e jogo de rede, mas não devem ter maiores problemas, pois estão em uma boa fase, como mostram em Houston, apesar da derrota na Copa Davis.
  • Mahesh Bhupathi e Rohan Bopanna [6]
    Adversários: Melzer/Paes ou os convidados pelo torneio, os monegascos Balleret/Couillard.Se tudo ocorrer normalmente, enfrentam Melzer/Paes. Será uma partida interessante, já que Paes não possui mais um bom relacionamento com os outros indianos, por estes contestarem os privilégios que Paes recebe da Federação Indiana de Tênis. Além dos problemas entres os tenistas, teremos 7 títulos de Grand Slam (3 conquistados por Bhupathi/Paes) em quadra, o que garantirá um alto nível na disputa.
  • Robert Lindstedt e Daniel Nestor [3]
    Adversários: Simon/Youzhny ou Kubot/Tipsarevic.A parceria é nova, mas os integrantes não. Os experientes Lindstedt e Nestor decidiram unir as forças após o rompimento de suas parcerias e testarão pela primeira vez em Monte Carlo. Seus adversários sairão de uma partida que promete ser muito acirrada, composta por excelentes tenistas, o que faz a segunda rodada dos cabeças de chave 3 nada fácil.
  • Mariusz Fyrstenberg e Marcin Matkowski [8]
    Adversários: Cilic/Melo ou Raonic/Tomic.Se Marcelo e Marin vencerem a batalha dos gigantes, seus próximos adversários seriam o Polish Power. Os poloneses vêm embalados de final em Miami e vitória na Copa Davis, além de seu piso favorito e mais bem sucedido ser o saibro. Perigo à vista.
  • Aisam-Ul-Haq Qureshi e Jean-Julien Rojer [4]
    Adversários: Fleming/Marray ou Knowle/Nielsen.Os campeões de Miami não deram sorte com o sorteio, se é que assim posso dizer. Seus possíveis adversários farão, para mim, a melhor e mais interessante partida da primeira rodada. Marray e Nielsen, os últimos a levantar o troféu em Wimbledon, agora estão em lados diferentes, acompanhados de dois excelentes tenistas que somam 22 títulos juntos. Promessa de partidão tanto na primeira quanto na segunda rodada.
  • Max Mirnyi e Horia Tecau [5]
    Adversários: Dodig/Stepanek ou Paire/Wawrinka.Mirnyi e Tecau não estão em uma maré de sorte este ano. Tiveram dois ótimos torneios em que atingiram a final, Sydney e Delray Beach, e só. A sequência de resultados abaixo do esperado e a lesão de Horia Tecau, que o tirou de Indian Wells e Miami, resumem as últimas semanas da parceria. Enfrentarão ou Dodig/Stepanek, que foi montado de última hora, pelo retorno de Stepanek às quadras, e Dodig, a dupla fixa de Marcelo Melo, que decidiu disputar o torneio, provavelmente por não precisar jogar o qualifying de simples, ou Paire/Wawrinka, a dupla mais cativante da temporada, formada pelos melhores amigos que se divertem muito em quadra. Diversão garantida.
  • Marcel Granollers e Marc López [2]
    Adversários: Fognini/Mahut ou Marrero/Verdasco.Mahut vem voltando aos poucos de lesão no joelho e Fognini possui um gênio um tanto quanto… forte. Essa é uma daquelas duplas que você tem certeza que foi formada no último minuto de inscrição para o torneio. Dupla improvável e imprevisível. Marrero/Verdasco são mais do que bem sucedidos, mas a fase atual de Verdasco nos deixa dúvidas do que pode acontecer nesta partida. Granollers e López não devem ter problemas na segunda rodada, se jogarem o que sabem. 

E vocês, tem alguma opinião sobre o torneio? Acham que os Bryan defenderão o título? Ou alguém surpreenderá? Escrevam aí na caixinha de comentários. 🙂

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre chave, adversários e duplas improváveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s