Granollers/Riba e algozes de Soares avançam para semifinal

Guillermo Garcia-Lopez/Philipp Oswald 7/6 6/3 Maximo Gonzalez/Juan Monaco

Em uma lotada quadra 1, em decorrência de uma péssima partida na quadra central, os carrascos de Bruno Soares e Alexander Peya venceram mais uma em São Paulo.

Com duas quebras para cada lado, o primeiro set foi decidido no tie-break. Garcia-Lopez e Oswald chegaram a abrir 5/2 mas, com uma dupla falta do austríaco, o time argentino conseguir recuperar-se. No *6/7, Gonzalez sofreu seu terceiro mini-break e Gracia-Lopez/Oswald levaram o tie-break em 8/6.

Já no segundo set, o saque de Monaco foi decisivo, não conseguindo confirmar os três serviços. A partida foi interrompida no meio deste set por decorrência de um grupo de homens alcoolizados que provocavam Monaco. Após reclamações da equipe dos argentinos com o supervisor do torneio, o sueco Lars Graff, seguranças e polícia apareceram e retiraram o grupo das arquibancadas.

Marcel Granollers/Pere Riba 5/7 6/4 10-8 Pablo Cuevas/Horacio Zeballos

Na última partida da quadra central, os espanhois levaram a melhor. Com um começo errático de ambos os times, a igualdade foi mantida até o décimo segundo game, quando, em um erro na rede, Granollers foi quebrado.

No segundo set, Cuevas mostrou irritação em quadra, e a quebra sofrida por Zeballos custou o set da dupla formada pelo argentino e uruguaio. Apesar dos erros de Granollers durante a partida, a inconstância de Zeballos no saque levou o time à derrota no match tie-break.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s