Um apelo à ATP

Dear friends around the world, we can do this. I created a petition to show ATP that we want more doubles coverage. We care about it and we can fight for it. To support the petition, click here. 

____________________________________________________________________________

Mais um dia sem transmissão das duplas em qualquer plataforma, seja televisiva ou na internet. Mais um dia comum no tênis.

O engraçado é que o formato das duplas foi mudando, desde o começo deste milênio, sendo consolidado em 2007, justamente para se encaixar nos moldes televisivos e poder aumentar a quantidade de transmissões, atraindo mais público, assim como a permissão de entrada nas chaves de duplas com o ranking de simples. Se deu certo? Até agora, não. Eu, atualmente, me defino como fã de livescore, não de duplas. Nos últimos anos, torci para uma tela preta com o nome dos meus duplistas favoritos, porque é somente isso que temos.

Resolvi criar um abaixo assinado direcionado à ATP, mostrando alguns pontos de vista que possuo. Eu quero lutar por isso e recebi apoio de algumas pessoas no twitter. Cliquem nesta frase para chegar no link.

Se abaixo assinados dão certo, eu não sei, mas custa tentar, certo? Minha intenção, assim como no texto anterior, é buscar soluções e mudanças. O site indica ‘100 assinaturas’, mas sei que podemos conseguir MUITO MAIS. Aumentarei o número de assinaturas necessárias cada vez que dermos um grande passo. Espalhem o link. Apoiem o abaixo assinado, cliquem em compartilhar pelo twitter ou facebook após assinar e direcionem para a ATP, seja pela arroba no twitter (@ATPWorldTour) ou pelo perfil no Facebook (ATP World Tour). Vamos tentar mudar isso.

Anúncios

7 comentários sobre “Um apelo à ATP

  1. Hoje foi muito esquisito. ATP fez um alarde pra uma possível final de Fedrinka vs. Bryans e depois não teve streaming pro jogo de semifinal do Fedrinka, realmente muito esquisito.

  2. O mais gozado é que ao mesmo tempo que teve a Semifinal não transmitida de IW, teve uma transmissão para a vitória apertada de Gonzalez/Lipsky em cima de Groth/Guccione no Challenger de Irving.

  3. Aliny, vc que acompanha bastante duplas, não acha que o Peya é um tanto irregular? Não sei, mas todo jogo que vejo deles fico com a sensação que ele em algum momento, as vezes cruciais do jogo, ele dá uma viajada, perde a concentração, a confiança, e começa a errar… Na final vi isso acontecer novamente…

    • Não que justifique, mas ele sempre foi assim, até em outras parcerias hahaha. Só que, na final mesmo, por exemplo, o Bruno também não segurou. O Peya nessa final teve uns momentos fantásticos, principalmente no primeiro set. No segundo, os dois acabaram se perdendo e os Bryan engoliram.

      • Eu sempre vejo o Bruno bem sólido, regular (sem patriotismo bobo..), acho que ele tem um mental bem bom. Minha impressão é que o Bruno deu uma desanimada no final do jogo da fianl e se abateu depois das oportunidades perdidas no jogo. E o Peya é isso, faz coisas brilhantes e difíceis e erra um par de smashes na hora mais inconveniente… rs…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s