“Coincidência” une Melo e Soares em Miami

Depois de seu parceiro fixo Ivan Dodig desistir do Masters 1.000 de Miami por causa de uma lesão no punho esquerdo, o brasileiro Marcelo Melo já definiu seu companheiro para disputa do torneio que começa na próxima quarta-feira, no estado norte-americano da Flórida. Trata-se do conterrâneo e amigo Bruno Soares, com quem o atual número três no ranking atuou nas temporadas de 2010 e 2011. E uma grande coincidência foi o motivo da retomada pontual da parceria.

“Foi inusitado, uma coincidência. Comentei com o Bruno que o Ivan não iria jogar porque estava machucado. Ele me disse que o Alex (Peya) teria que ir para a Europa, por causa do nascimento do filho, e ainda não sabia se retornaria aos Estados Unidos. Depois, o Bruno me deu sinal positivo e logo decidimos”, conta Melo, que espera tirar proveito da dupla com o amigo visando à preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. “Já tínhamos planejado jogar juntos em algumas oportunidades pelo fato da Olimpíada. Então, decidimos aproveitar essa chance que apareceu de repente. Futuramente, vamos jogar mais torneios, de acordo com o calendário de cada um, porém após Miami continuaremos com nossos parceiros”, complementa.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Como estarão do mesmo lado da quadra representando o Brasil, ambos querem aproveitar a grande quantidade de brasileiros que frequentam o torneio para contar ainda mais com a torcida nacional. “O torneio de Miami tem muitos brasileiros assistindo e a gente joga muito bem quando a torcida está presente, como na Copa Davis, e queremos muito contar com o público na torcida”, comenta Bruno.

Melo e Soares não jogam juntos na ATP desde outubro de 2012, quando fizeram um torneio pontual e foram campeões do ATP 250 de Estocolmo, na Suécia. Apesar do longo tempo, eles têm mantido o entrosamento na Copa Davis e hoje são considerados uma das melhores duplas do mundo. Os mineiros estão com uma invencibilidade de quase cinco anos na competição entre países, com oito vitórias consecutivas. “Estamos jogando muito bem todas as vezes que competimos na Copa Davis. Ali reunimos todas as nossas forças, experiência e confiança que adquirimos ao longo do circuito. Acreditamos, igualmente, que também temos condições de conquistar um resultado expressivo nos torneios da ATP”, destaca Melo.

Desde o encerramento da parceria, em 2011, os mineiros têm figurado entre os melhores duplistas da atualidade. Hoje, Marcelo Melo é o terceiro melhor duplista do ranking e possui 14 títulos. Bruno Soares está em 12º e conta com 18 títulos. “Evoluímos em todos os aspectos. Um exemplo disso é o nosso jogo a cada Copa Davis que disputamos. Hoje, quando jogamos juntos, estamos em um nível bem mais elevado do que na época que formávamos dupla no circuito”, finaliza Melo, que venceu quatro torneios com Bruno Soares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s