Guia de Roland Garros

A chave de Roland Garros, o segundo Grand Slam do ano, foi sorteada na manhã deste domingo e contará com cinco brasileiros. As partidas terão início nesta terça-feira e aqui no Match Tie-Break você pode conferir os pontos principais do sorteio no Guia de Roland Garros.

Os campeões
Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin foram os campeões do torneio francês na última edição, porém Benneteau não defenderá seu título por conta de lesão e verá seu parceiro disputar o torneio ao lado de Guillermo Garcia-Lopez. O espanhol e Roger-Vasselin terão os franceses De Schepper e Paire pela frente, convidados pela organização, e caso passem, não terão a melhor segunda rodada do mundo, enfrentando os vencedores da partida entre Lopez/Mirnyi e Fleming/Marray. Garcia-Lopez e Roger-Vasselin podem ter Dodig/Melo nas oitavas.

Os vice-campeões
Marcel Granollers e Marc Lopez, que fizeram sua primeira final de Grand Slam em Roland Garros, voltando a repetir em Nova Iorque, podem ter um destino diferente. Sorteados para enfrentar o holandês Robin Haase e o russo Mikhail Youzhny na primeira rodada, uma estreia um tanto quanto complicada, os espanhois podem ter os adversários trocados, já que o russo abandonou sua partida de simples no último domingo e é dúvida na chave de duplas. Marc e Marcel estão no mesmo quarto que Draganja/Kontinen, Bolelli/Fognini e Nestor/Paes, tendo um caminho complicado para a defesa dos pontos.

Os brasileiros
Bruno Soares e Alexander Peya não terão vida fácil na estreia, já que enfrentam o italiano Andreas Seppi e o ucraniano Sergiy Stakhovsky, tenistas com bom saque e jogo de fundo, podendo complicar o primeiro dia de competições do mineiro e do austríaco. Bruno e Peya estão no mesmo setor de oitavas de final de Cuevas e Marrero, os campeões do Masters 1000 de Roma.

Já Marcelo Melo e Ivan Dodig estrearão contra os alemães Benjamin Becker e Alexander Satschko, que nunca jogaram juntos anteriormente. Porém, a dupla possivelmente encontrará Pavic/Venus na segunda rodada, campeões do torneio de Nice e que vêm de boas campanhas nos challengers da gira de saibro. Dodig/Melo e Peya/Soares estão no mesmo lado da chave e podem se encontrar nas quartas de final.

André Sá e o argentino Máximo Gonzalez terão os mexicanos Miguel Angel Reyes-Varela e Santiago Gonzalez, que era dúvida no torneio francês por lesão sofrida no torneio de Houston, no início de Abril, pela frente. Este será o primeiro grand slam de Varela, além do México ter uma dupla disputando o torneio parisiense 27 anos depois.

Thomaz Bellucci fará parceria com seu adversário da final de Genebra, o português João Sousa, e enfrentará os cabeças de chave 11 Jamie Murray e John Peers, enquanto João Souza, o Feijão, voltará a unir forças com o dominicano Victor Estrella Burgos e terá a segunda dupla favorita ao título, formada pelo americano Jack Sock e o canadense Vasek Pospisil, que volta de lesão, como adversária na primeira rodada.

Raio-X dos brasileiros na temporada de saibro
Alexander Peya/Bruno Soares: 7 vitórias, 4 derrotas. Melhor momento: título em Munique
Ivan Dodig/Marcelo Melo: 3 vitórias, 3 derrotas. Melhor momento: semifinal em Monte Carlo
André Sá (com Guccione): 3 vitórias, 4 derrotas. Melhor momento: semifinal em Istambul
Thomaz Bellucci: 1 vitória, 1 derrota.
João Souza: 2 vitórias, 4 derrotas (1 vitória e duas derrotas com Estrella Burgos)

Estreias complicadas
A primeira rodada contará com três duelos interessantes:

  • Feliciano Lopez/Max Mirnyi x Colin Fleming/Jonathan Marray
    Lopez e Mirnyi disputaram apenas dois torneios juntos na gira de saibro, fazendo semifinal em no Masters de Madri. Já Fleming e Marray fizeram semifinal em Bucareste e no challenger de Aix en Provence, intercalando com derrotas em duas primeiras rodadas.
  • Andre Begemann/Julian Knowle x Eric Butorac/Sam Groth
    Ambos os times não tiveram um bom desempenho na temporada de saibro, com duas vitórias e quatro derrotas para Begemann/Knowle e duas derrotas e zero vitórias para Butorac/Groth.
  • Marin Draganja/Henri Kontinen x Treat Huey/Scott Lipsky
    Tanto Draganja/Kontinen quanto Huey/Lipsky conquistaram títulos no saibro. A dupla formada pelo croata e pelo finlandês capturaram o título no ATP 500 de Barcelona, as únicas vitórias da dupla no piso, enquanto Huey e Lipsky venceram em Estoril, com um total de 11 vitórias e quatro derrotas.

Destino
Os romenos Horia Tecau e Florin Mergea podem se encontrar pela quarta vez no ano, com as três vezes anteriores terminando em vitória para Tecau. A possível oitavas de final é uma das mais esperadas do torneio, pela qualidade de ambos os times. Mergea e Bopanna foram campeões no torneio de Madri e finalistas em Casablanca, enquanto Tecau e Rojer vêm de final em Nice, apesar de uma fraca temporada no saibro.

Falta de sorte
Daniel Nestor e Leander Paes ainda estão sem vencer juntos e buscam uma reação na temporada. A dupla prometia bons resultados, mas Nestor e Paes sofreram quatro derrotas nas estreias, todas em sets diretos. Em Paris, os experientes duplistas não deram sorte e terão uma chave difícil pela frente, com os australianos Duckworth e Guccione na estreia. Se vencerem, enfrentarão os vencedores de Begemann/Knowle x Butorac/Groth, com Bolelli/Fognini nas oitavas.

Anúncios

2 comentários sobre “Guia de Roland Garros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s