As divergências do interesse mercadológico no tênis: de simples a duplas

O número 1 de Marcelo Melo nos faz comemorar, mas também deve ser motivo de reflexão. Os grandes feitos refletem o comportamento da mídia, que é imediatista e passageira, assim como vemos canais de televisão justificar a preferência por não transmitir as duplas pela falta de público, mostrando desinteresse em construir um.

Podem apostar que durante os próximos dias veremos muitos veículos, dos quais ignoraram as duplas por tanto tempo, bradando o orgulho pela categoria no país. Isso me lembra um pouco do que desenvolvi na minha monografia, que foca nas diferenças de tratamento entre simples e duplas, então decidi disponibilizá-la aqui, uma vez que é importante notarmos as divergências e as lutas que as duplas enfrentam diariamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s