Melo/Soares viram partida e dão a liderança para o Brasil

Jogando em casa, Marcelo Melo e Bruno Soares conquistaram um ponto importante para a equipe brasileira neste sábado. Criados no Minas Tênis Clube, os mineiros tomaram um susto inicial dos equatorianos Emilio Gomez e Roberto Quiroz, mas viraram e venceram em 3 sets a 1, com parciais de 6/7, 6/3, 6/3 e 6/2. A vitória coloca o Brasil na frente, que lidera o confronto em 2-1.

28315266976_ab27074d94_h

Foto: Cristiano Andujar/CBT

O primeiro set foi duro. Assim como Melo e Soares, os equatorianos Emilio Gomez e Roberto Quiroz se conhecem desde crianças. Primos e da mesma idade, os dois traçaram seus caminhos no esporte de forma similar, jogando junto até mesmo no tênis universitário. O entrosamento era claro, além da grande familiaridade com o piso duro, no qual cresceram jogando.

Os mineiros apresentaram dificuldades na devolução com os bons saques de Quiroz e Gomez, que confirmaram seus serviços com uma maior facilidade. Os brasileiros tiveram problemas no sétimo game, no qual Marcelo Melo sacou. A dupla chegou a ter 0-40 abaixo e, após várias igualdades, conseguiu confirmar. O set, então, foi decidido no tie-break. Lá, Melo e Soares saíram na frente com um mini-break, mas os equatorianos devolveram logo em seguida. No nono ponto, Soares cometeu uma dupla falta, com Gomez e Quiroz confirmando os serviços e levando a parcial.

No segundo, Melo e Soares tiveram um início melhor. O terceiro game viu os mineiros quebrarem o saque de Quiroz e sendo repetido no serviço de Gomez mais tarde, no nono game, com uma bela devolução de Soares, fechando a parcial e empatando a partida. A terceira parcial foi parecida, com os mineiros abrindo quebra logo cedo e somente ela sendo necessária para liderar a partida.

Embalados, os mineiros dominaram no último set, tendo a quebra logo no primeiro game e não dando mais nenhuma chance para os abatidos equatorianos. Imponentes, Melo e Soares mostraram para o que vieram e selaram a vitória em 3 sets a 1.

Questionado pelo surpreendente primeiro set dos equatorianos, Bruno Soares apontou a posição de franco-atiradores que os adversários adotaram. “Eles entram sem muita responsabilidade, sem muita coisa a perder. No segundo set em diante, a gente pegou a mão na devolução, começamos a sentir bem a bola e tomamos o controle da situação. Quase não tiveram chances e a gente sempre ali, tendo nossas oportunidades. Eles ganharam o primeiro set, tiveram um momento ali, mas nós fizemos uma grande partida, principalmente os três últimos sets”, comentou.

“Eu acho que a gente começou com um pouco mais de erros, mas é porque eles estavam jogando muito bem. Prevaleceu nossa experiência, a gente mudou um pouco do estilo de jogo, a gente começou a devolver diferente e isso que decidiu no segundo set em diante. Eles começaram jogando muito bem, realmente, parece que a gente fez muito erro, mas eles provocaram esses erros”, completou Melo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s