Na próxima semana, Marcelo Melo vai em busca da vitória em Wimbledon, na Inglaterra. Apesar de já ter um título de Grand Slam, conquistando Roland Garros em 2015, o mineiro não esconde que o torneio britânico é o seu favorito e que vai com tudo para Londres, onde foi vice-campeão em 2013.

Tennis/Herren Gerry-Weber-Open 2017  Gerry-Weber-Stadion/Halle Halle/Westf   21-06-2017
Marcelo Melo e Lukasz Kubot foram campeões em ‘s-Hertogenbosch e Halle. (Foto: Gerry Weber Open)

Focados no objetivo, Melo e seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, disputaram dois torneios de preparação para o Grand Slam, o ATP 250 de ‘s-Hertogenbosch, na Holanda, e o ATP 500 de Halle, na Alemanha, sendo campeões de ambos. Atuais líderes do ranking da temporada, o mineiro e o polonês já estão treinando em Wimbledon e são um dos principais candidatos ao título e os cabeças de chave 4 do torneio.

“Um grande resultado em Wimbledon, para mim, será especial. É o meu torneio favorito e quero muito conquistar um título nesse templo sagrado do tênis. Depois de Roland Garros, no início de junho, eu e o Lukasz fizemos um planejamento para nos adaptarmos à grama. E a minha avaliação é que, juntos, nos acostumamos até rápido demais ao piso”, afirma Melo, otimista com o cenário.

O brasileiro ressaltou a preparação para o Grand Slam, que terminou com um saldo positivo: “Desde que comecei a jogar com o Lukasz, falei que tínhamos de achar o caminho para a dupla, uma base, e conquistamos isso. Nessa preparação na grama, ganhamos vários jogos em seguida, alguns com facilidade, outros exigindo recuperação para a virada. Então, acho que foi um planejamento correto para Wimbledon, principalmente devido à quantidade de jogos na grama. Toda essa sequência ajuda muito em todos os aspectos. Quem sabe, agora, poderemos comemorar o título em Londres, nosso próximo desafio e grande objetivo. Vamos com tudo, aproveitando esse ritmo e essa confiança total.”

Em 2013, Melo foi vice-campeão de Wimbledon jogando ao lado do croata Ivan Dodig – seu parceiro também no título em Roland Garros. Eles perderam a final para os irmãos Bryan. “Relembro os ótimos momentos que tivemos naquele ano, cada jogo que fizemos. Aquela partida decisiva foi especial”, diz. “Também fiz uma semifinal com o André Sá, em 2007, quando estava apenas começando, outro momento marcante”, completa. O torneio londrino tem início no dia 3 de Julho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s