Brasileiros vencem na estreia em Viena

Os brasileiros disputando a chave do ATP 500 de Viena, na Áustria, venceram em suas estreias. O primeiro em quadra foi Bruno Soares, na última terça-feira. O mineiro e seu parceiro, o britânico Jamie Murray, derrotaram os argentinos Diego Schwartzman e Andres Molteni em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/6. Nas quartas, a dupla enfrentará o russo Karen Khachanov e o francês Lucas Pouille.

A partida viu chances para os dois lados. Soares e Murray salvaram três chances de quebra em seus serviços, enquanto quebraram seus adversários por duas vezes no primeiro set, fechando em 6/2. No segundo, os times trocaram uma quebra cada antes de levarem para o tie-break, onde o brasileiro e o britânico abriram 3-0, mas viram seus adversários empataram em 5-5. No ponto seguinte, porém, Bruno e Murray conseguiram mais um mini-break, confirmando a vitória no primeiro match point.

Já nesta quarta-feira, o dia começou com Marcelo Demoliner e o americano Sam Querrey vencendo os espanhois Marc Lopez e Feliciano Lopez no match tie-break, em 4/6, 7/6 e 10-7. Após um primeiro set sem chances para o gaúcho e o americano, com os espanhois quebrando seus adversários no sétimo game e levando o set, a dupla do brasileiro começou a reação na parcial seguinte.

Demoliner e Querrey tiveram dois set points no fim da parcial, que foram salvos pelos Lopez. No tie-break, os espanhois chegaram a abrir 3-0, mas o time do gaúcho se manteve na partida, conseguindo dois mini-breaks e empatando a partida nas parciais. No match tie-break, Feliciano e Marc Lopez chegaram a abrir vantagem cedo, mas Demoliner e Querrey ganharam seis dos oito pontos finais, levando a vitória para a casa. Após a batalha com os campeões de Roland Garros em 2016, o gaúcho e o americano terão outra pedreira nas quartas de final, os irmãos Bob e Mike Bryan.

Por fim, Marcelo Melo encerrou a fase de estreias dos brasileiros em Viena. Com o polonês Lukasz Kubot, o mineiro derrotou o americano John Isner e o canadense Daniel Nestor em 7/6 e 6/4.

vienna-2015-doubles-final-kubot-melo

Lukasz Kubot e Marcelo Melo levantam o troféu de campeões em Viena (Foto: Bildagentur Zolles/KG)

Depois de seus adversários abrirem 2/0 logo no início, Melo e Kubot equilibraram a partida, devolvendo a quebra logo em seguida e mantendo a igualdade até o tie-break. Lá, o mineiro e o polonês dominaram e fecharam em 7-3, vencendo o primeiro set. A segunda parcial começou parecida, com Isner e Nestor conseguindo uma quebra no quarto game, abrindo 3/1. Mas Melo e Kubot estavam confiantes, ganhando quatro games seguidos e abrindo 5/3, o suficiente para fechar a partida dois games depois.

“Fizemos uma bela partida. Foi importante começar dessa maneira. Conseguimos imprimir nosso jogo, apesar de ser uma dupla muito difícil de enfrentar, pois eles sacam muito bem. Ficamos felizes com nossa atuação, especialmente no início. Então é manter o mesmo ritmo, em um torneio que costumamos jogar bem, e ficar focado jogo a jogo para poder seguir e ir o mais longe possível”, afirmou Marcelo logo após a vitória.

Na próxima fase, a dupla que foi campeã do torneio austríaco nos últimos dois anos enfrentará o indiano Rohan Bopanna e o uruguaio Pablo Cuevas, que derrotaram Kohlschreiber/Mirnyi em sets diretos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s