Guia das duplas – Wimbledon 2018

0006P7OZ1IFNYXR0-C122-F4

Foto: PAP/EPA

Os campeões
[2]Marcelo Melo e Lukasz Kubot

O brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot são os atuais campeões de Wimbledon. Na preparação para o Grand Slam da grama, a dupla disputou dois torneios, parando na semifinal do ATP 250 de ‘s-Hertogenbosch e conquistando o título no ATP 500 de Halle.

“Pisar aqui como campeão foi bem diferente. É uma sensação extrema de alegria. Lembrei praticamente de todos os momentos que tive no ano passado e isso dá muita energia, força positiva para este ano. Vamos ficar com os pés no chão, saber que é jogo por jogo, que temos de buscar manter o nosso desempenho para ir o mais longe possível. Estamos tranquilos para começar”, disse o mineiro.

Jogando em sua superfície favorita, o time terá a difícil missão de defender o título. Na primeira rodada, Melo e Kubot enfrentarão os britânicos Jonny O’Mara e Luke Bambridge, que vão para Wimbledon com o troféu de campeões de Eastbourne no bolso, onde disputaram o primeiro torneio do nível ATP de suas carreiras. Nas oitavas, o brasileiro e o polonês podem enfrentar [16]Mirnyi/Oswald, os quais derrotaram nas quartas de Halle. Na semi, a dupla pode enfrentar os cabeças de chave 3 Henri Kontinen e John Peers, que foram campeões no ATP 500 de Queen’s.

Projeção:
R1: Bambridge/O’Mara
R2: Erlich/Matkowski ou Eysseric/Nys
Oitavas: [16]Mirnyi/Oswald
Quartas: [7]Bryan/Sock, [11]Cuevas/Granollers
Semi: [3]Kontinen/Peers, [8]Mektic/Peya, [10]Dodig/Ram, [15]Inglot/Skugor

Os brasileiros
[5]Bruno Soares e Jamie Murray
O mineiro Bruno Soares e o escocês Jamie Murray saíram de uma temporada “frustrante” no saibro, como disse Soares em diversas entrevistas, para uma boa semana em Queen’s, onde terminaram o torneio com o vice-campeonato. “Fizemos quatro jogos na grama em um ATP 500 duríssimo. Estou me sentindo bem preparado para Wimbledon. Estou empolgado em jogar mais um Grand Slam na temporada e sentindo que estamos jogando bem, em um piso que temos bom rendimento”, comentou Bruno.

Com apenas uma segunda rodada para defender, a dupla terá uma boa oportunidade para somar pontos no ranking. Nas duas primeiras rodadas, o time enfrentará duplas formadas por simplistas, tendo que lidar com muita potência nos golpes. Soares e Murray podem ter Marach/Pavic, campeões do Australian Open e dupla número 1 da temporada, logo nas quartas. As duplas se enfrentaram em Queen’s, com vitória do mineiro e do britânico.

Projeção:
R1: Lorenzi/Ramos-Vinolas
R2: Ebden/Fritz ou Gojowczyk/Paire
Oitavas: [9]Qureshi/Rojer
Quartas: [1]Marach/Pavic, [13]Klaasen/Venus
Semi: [4]Herbert/Mahut, [6]Cabal/Farah, [12]Bopanna/Roger-Vasselin, [14]McLachlan/Struff

Marcelo Demoliner e Santiago Gonzalez
O gaúcho Marcelo Demoliner tem Wimbledon como seu melhor Grand Slam, atingindo oitavas de final por duas vezes. Ao lado do mexicano Gonzalez, o brasileiro conquistou seu primeiro título de ATP em Antalya, na Turquia, indo confiante para Londres. A dupla, porém, tem caminho complicado, podendo enfrentar Inglot/Skugor logo na segunda rodada, os atuais campeões de s-Hertogenbosch, e Kontinen/Peers nas oitavas.

Projeção:
R1: Copil/Tsitsipas
R2: [15]Inglot/Skugor ou Fucsovic/Zverev
Oitavas: [3]Kontinen/Peers
Quartas: [8]Mektic/Peya, [10]Dodig/Ram
Semi: [2]Kubot/Melo, [7]Bryan/Sock, [11]Cuevas/Granollers, [16]Mirnyi/Oswald

Ausências
As três principais ausências da chave de Wimbledon também não disputaram Roland Garros:

  • Bob Bryan segue se recuperando de uma lesão no quadril sofrida durante o Masters 1000 de Madri, com Mike disputando o Grand Slam inglês ao lado do compatriota Jack Sock.
  • Horia Tecau, campeão de Wimbledon em 2015 e finalista em outras três vezes, também continua se recuperando de lesão, com retorno previsto para Washington, em Julho. Seu parceiro, o holandês Jean-Julien Rojer, continuará ao lado do paquistanês Aisam-ul-Haq Qureshi até o retorno de Tecau.
  • Leander Paes não disputa um torneio desde a Copa Davis contra a China, no início de Abril. Ainda sem justificar sua ausência no circuito, Paes confirmou presença nos Jogos Asiáticos, que acontecerão durante Agosto e Setembro.

Quem é vivo, sempre aparece
A chave de Wimbledon conta com alguns campeões do passado. O dinamarquês Frederik Nielsen, campeão da edição de 2012 (ao lado do britânico Jonathan Marray), recebeu um convite da organização para disputar a chave de duplas com o inglês Joe Salisbury. Com Salisbury, Nielsen foi campeão em dois challengers recentemente, sendo um deles em Nottingham, na grama. O dinamarquês, após o título em Wimbledon, resolveu tirar o foco nas duplas e tentar uma carreira em simples, disputando menos ATPs.

Outro campeão presente é o austríaco Jurgen Melzer, que conquistou o troféu em 2010. Sem disputar Wimbledon desde 2015 e sofrendo com muitas lesões nos últimos anos, Melzer volta ao torneio londrino com um convite dado pela organização, disputando ao lado do veterano Daniel Nestor, bicampeão em Wimbledon e que joga sua última temporada da carreira.

É importante lembrar
Ao contrário dos outros três Grand Slams, Wimbledon tem os jogos de duplas disputados numa melhor de 5 sets, com o 5º sendo longo, ou seja, sem a disputa de tie-break.

Melhores jogos de primeira rodada
[6]Cabal/Farah x Carreno Busta/Garcia-Lopez
[8]Mektic/Peya x Melzer/Nestor
[9]Qureshi/Rojer x Ferrer/Lopez
[10]Dodig/Ram x Haase/Lindstedt
[13]Klaasen/Venus x Bolt/Hewitt

Onde assistir
Sportv é o detentor dos direitos de transmissão de Wimbledon no Brasil, com a competição sendo transmitida no Sportv3. Para assistir mais jogos, você pode fazer um pequeno depósito no Bet365, onde é possível ver todas as quadras televisionadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s