Após três anos, Melo e Soares voltam a disputar o Rio Open juntos

Nesta terça-feira, o Rio Open anunciou as duplas que participarão da competição, que acontece entre os dias 16 e 24 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro. Campeões de sete Grand Slams no total, os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares disputando o torneio juntos estão entre os destaques da lista, que também conta com os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah e o gaúcho Marcelo Demoliner.

354495_858195_24843701330_942526bff0_k

Foto: João Pires/Fotojump

Tanto o britânico Jamie Murray quanto o polonês Lukasz Kubot, respectivos parceiros de Soares e Melo no circuito, não poderão viajar nesta data, o que possibilitou a retomada da parceria semifinalista do torneio em 2016. “Foi uma boa coincidência nossos parceiros não conseguirem vir ao Brasil este ano. O Jamie estava programado para vir, mas teve um problema pessoal e não poderá estar no Rio. A torcida que sempre marca forte presença em nossos jogos terá novamente uma dupla brasileira para torcer e quem sabe dar uma força extra para a gente buscar o nosso primeiro título do Rio Open e o primeiro título do Brasil no torneio”, disse Soares, campeão no início desta temporada em Sydney, na Austrália, com Murray.

Melo fez no último final de semana de Copa Davis a sua primeira apresentação desde que se recuperou da lesão muscular nas costas. O ex-número 1 do mundo tem boas expectativas para jogar ao lado de Soares, com quem soma quatro títulos na ATP. “Será um momento especial jogar mais uma vez o Rio Open com o Bruno. Tenho certeza que os torcedores ficarão felizes em poder nos ver jogando lado a lado mais uma vez”, afirma o tenista, que foi finalista do torneio em 2014, em parceria com o espanhol David Marrero. Antes de embarcar para o Rio de Janeiro, Melo ainda disputará o ATP 500 de Roterdã, na Holanda, com Kubot.

Com o Brasil em busca do primeiro título no Rio Open, quem também disputará a competição é Marcelo Demoliner. O gaúcho, que conquistou seu primeiro título de ATP em 2018, virá ao Rio Open com seu novo parceiro de circuito, o dinamarquês Frederik Nielsen, campeão de Wimbledon em 2012. Demoliner participou de todas as edições do torneio carioca, tendo como seu melhor resultado a semifinal em 2016, com o compatriota Thomaz Bellucci.

A chave também contará com os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, bicampeões do Rio Open. A dupla, que foi finalista no Australian Open em 2018 e o segundo melhor time da última temporada, volta ao Rio de Janeiro para tentar o tricampeonato no maior torneio de tênis da América do Sul. O espanhol Marc Lopez, campeão de Roland Garros em 2016 (com Feliciano Lopez) e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (com Rafael Nadal), e o uruguaio Pablo Cuevas, campeão de Roland Garros em 2008 (com Luis Horna), completam os destaques da chave de duplas.

Lista das duplas que disputarão o Rio Open:
Marcelo Melo e Bruno Soares
Juan Sebastian Cabal e Robert Farah
Nikola Mektic e Horacio Zeballos
Pablo Carreno Busta e João Sousa
Marco Cecchinato e Dusan Lajovic
Austin Krajicek e Artem Sitak
Pablo Cuevas e Marc Lopez
Maximo Gonzalez e Nicolas Jarry
Malek Jaziri e Leonardo Mayer
Luke Bambridge e Jonny O’Mara
Marcelo Demoliner e Frederik Nielsen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s