Soares e Pavic conquistam o primeiro título da parceria em Xangai

Bruno Soares e Mate Pavic conquistaram o primeiro título da parceria na China. Disputando a final do Masters 1000 de Xangai, o brasileiro e o croata superaram os cabeças de chave 2 Marcelo Melo e Lukasz Kubot em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2.

370509_912904_premiacao_xangai

Foto: Mike Frey

“Foi uma semana sensacional, praticamente perfeita”, disse Bruno, feliz com a conquista. “Fizemos todos os jogos sem perder sets e perdemos o nosso saque só uma vez na semifinal. Agora embalamos e fomos vendo ao longo da semana que a confiança foi mudando dentro de quadra”, completou o mineiro, que conquistou seu terceiro título da temporada.

Acreditando no potencial da dupla desde o início, o troféu deu confiança para a dupla, que já planeja os primeiros passos em 2020. “Foi muito importante para confirmarmos o que a gente acreditava na teoria. Apesar de não estarmos ganhando muito jogos, sempre acreditamos no nosso potencial como dupla. Agora provamos com resultado e tomara que possamos continuar somando bastante nos três últimos torneios da temporada para começar 2020 com muita força”, finalizou.

Xangai foi o 32º título conquistado por Soares e o 15º de Pavic, além de ser o primeiro Masters 1000 da carreira do jovem croata. O resultado também renderá posições no ranking para Soares e Pavic. O brasileiro irá para a 12ª colocação, enquanto o croata voltará para o top, figurando no 9º lugar.

A dupla agora segue para a Suécia, onde disputarão o ATP 250 de Estocolmo. Lá, enfrentarão os britânicos Jonny O’Mara e Ken Skupski na estreia. Depois, Bruno e Pavic finalizarão a temporada seguindo para o ATP 500 de Viena e o Masters 1000 de Paris.

Já Melo, apesar da derrota, sai contente da gira asiática com os dois vice-campeonatos na China. Os bons jogos e resultados foram essenciais para a dupla, que segue motivada e com a classificação no ATP Finals garantida. “No jogo de hoje, não deu para nós. Infelizmente perdemos mais uma final aqui na China. Eles jogaram muito bem. Conseguiram anular algumas coisas que vínhamos fazendo bem. Ao mesmo tempo cometemos muito erro não forçado, o que acabou favorecendo para eles. Não fizemos uma boa partida e, então, aproveitaram isso do começo ao fim e ganharam em dois sets”, explicou o mineiro.

Agora, o brasileiro e Kubot terão uma semana de descanso antes da última gira do ano. “Acho que fizemos uma bela gira aqui na China, com duas finais. Conseguimos defender bastante ponto, classificar para o Finals. Foi muito positiva para nós. Agora é usar essa confiança de dois torneios muito bons, para jogar Viena e, depois, Paris, que são nossas duas próximas disputas”, finalizou Melo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s