A parceria entre Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer chegou ao fim. Iniciada em fevereiro, no ATP 500 de Roterdã, a dupla tentou engatar o ritmo, mas sofreu sete derrotas em oito jogos disputados e acabou sendo desfeita. Em buscar de um novo parceiro, Melo disputará o ATP 250 de Munique com Mischa Zverev, o Masters 1000 de Madri com Rojer e o Masters 1000 de Roma com Marin Cilic.

Com estilos de jogo diferentes de seus parceiros passados, Melo e Rojer tentaram se adaptar para fazer a parceria funcionar. Ambos rápidos e habilidosos na rede, o brasileiro e o holandês chegaram a testar suas devoluções nos dois lados da quadra durante os torneios que disputaram, mas não tiveram sucesso.

“Conversamos em Barcelona e chegamos a um acordo que seria melhor para cada um buscar um caminho novo. Tentamos de todas as formas fazer a dupla funcionar. Troquei de lado, o Jean-Julien trocou de lado. Jogamos no saibro, na quadra dura, na coberta. Buscamos de várias maneiras possíveis. Mas infelizmente a nossa parceria não casou”, disse Marcelo.

“Às vezes acontece. Por isso, a dupla também é muito difícil nesse aspecto. Tem de achar um parceiro ideal. Por mais que tenhamos semelhança em muita coisa, não deu. Então, seguimos adiante e vou pensar nessas próximas semanas nas opções, em quem seria esse parceiro ideal”, completou.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s