A parceria entre Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer chegou ao fim. Iniciada em fevereiro, no ATP 500 de Roterdã, a dupla tentou engatar o ritmo, mas sofreu sete derrotas em oito jogos disputados e acabou sendo desfeita. Em buscar de um novo parceiro, Melo disputará o ATP 250 de Munique com Mischa Zverev, o Masters 1000 de Madri com Rojer e o Masters 1000 de Roma com Marin Cilic.

Com estilos de jogo diferentes de seus parceiros passados, Melo e Rojer tentaram se adaptar para fazer a parceria funcionar. Ambos rápidos e habilidosos na rede, o brasileiro e o holandês chegaram a testar suas devoluções nos dois lados da quadra durante os torneios que disputaram, mas não tiveram sucesso.

“Conversamos em Barcelona e chegamos a um acordo que seria melhor para cada um buscar um caminho novo. Tentamos de todas as formas fazer a dupla funcionar. Troquei de lado, o Jean-Julien trocou de lado. Jogamos no saibro, na quadra dura, na coberta. Buscamos de várias maneiras possíveis. Mas infelizmente a nossa parceria não casou”, disse Marcelo.

“Às vezes acontece. Por isso, a dupla também é muito difícil nesse aspecto. Tem de achar um parceiro ideal. Por mais que tenhamos semelhança em muita coisa, não deu. Então, seguimos adiante e vou pensar nessas próximas semanas nas opções, em quem seria esse parceiro ideal”, completou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s