Melo faz história e chega na semi do Australian Open

Em mais uma dramática partida e fazendo sua melhor campanha, Marcelo Melo e Ivan Dodig seguem firmes no Australian Open. O mineiro e o croata derrotaram o espanhol Feliciano Lopez e o bielorrusso Max Mirnyi em dois sets a um, com parciais de 6/0, 3/6 e 7/6.

O primeiro set, ao contrário do que todos imaginavam, foi tranquilo. Marcelo e Ivan dominaram todos os pontos com devoluções certeiras e bons saques. A dupla perdeu apenas quatro pontos nos games de serviço e ganhou mais de 60% dos pontos nos games de devolução.

Lopez e Mirnyi voltaram para o jogo no segundo set. O espanhol e o bielorrusso conseguiram firmar seus saques e quebraram Dodig e Melo no único game de saque deficiente da dupla, empatando a partida em 1 a 1. Uma quebra para cada lado aconteceu no último e decisivo set, continuando equilibrado e indo para o tie-break. Ali, dois mini-breaks para cada lado e a partida permaneceu na igualdade até o 5-4, quando Dodig pontuou com um lob e Melo fechou a partida em ponto espetacular.

Marcelo Melo - Australian Open QF

Com esta vitória, Melo e Dodig avançam para semifinal e enfrentam os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut, que venceram seus compatriotas Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin, os atuais campeões de Roland Garros, em dois sets a um. Esta é a quarta vez que Melo e Dodig disputam uma semifinal de Grand Slam, sendo duas no US Open (2013 e 2014) e outra em Wimbledon 2013, na qual fizeram final.

Melo avança nas mistas e Peya/Soares são derrotados

Marcelo Melo e Katarina Srebotnik estrearam com vitória na chave de mistas do Australian Open. Na primeira rodada, o mineiro e a eslovena tiveram vida fácil contra os espanhóis Arantxa Parra Santonja e David Marrero, vencendo em 6/1 e 6/4. Na próxima rodada, Melo e Srebotnik enfrentam os australianos Luke Saville e Daria Gavrilova.

Já Bruno Soares entrou em quadra na madrugada deste sábado para disputar a segunda rodada da chave de duplas. Ao lado do austríaco Alexander Peya, Bruno passou por apuros contra a dupla formada por Oliver Marach e Michael Venus, sendo derrotados em sets diretos, com parciais de 6/4 e 7/6.

Marach, austríaco e ex-parceiro de Peya, foi o destaque da partida, colocando pressão nos saques dos adversários e ganhando pontos com seus golpes potentes. No terceiro game, Marach e Venus conquistaram a única quebra do primeiro set no saque de Bruno. O segundo contou com uma melhora na performance de Bruno e Peya, até então apagados. O mineiro melhorou o serviço e a partida ficou equilibrada, levando para o tie-break, no qual contou com muitas mini-quebras e vantagem para os adversários nos últimos pontos.

Na próxima rodada, Marach e Venus enfrentam os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, responsáveis pela eliminação de Raven Klaasen e Leander Paes.

Melo e Mirnyi avançam em Auckland

O mineiro Marcelo Melo e seu parceiro da semana, o bielorrusso Max Mirnyi, venceram mais uma em Auckland, na Nova Zelândia. A dupla derrotou o alemão Andre Begemann e o holandês Robin Haase em sets diretos, com parciais de 7/6(9) e 7/5.

Foto: Chris Symes

Foto: Chris Symes

A partida foi disputada até o último ponto. No primeiro set, o time de Melo conquistou a primeira quebra, abrindo 3-1, mas Begemann e Haase devolveram a diferença no game seguinte, com o jogo continuando acirrado e sendo decidido no tie-break. Marcelo e Mirnyi conquistaram o primeiro set na quinta oportunidade e administraram a vantagem obtida no décimo primeiro game do set seguinte, saindo vitoriosos.

Os adversários de Melo e Mirnyi na semifinal sairão da partida do britânico Dominic Inglot e o romeno Florin Mergea contra os neozelandeses Artem Sitak e Michael Venus.

Melo e Soares vencem o Prêmio Brasil Olímpico na categoria tênis

Marcelo Melo e Bruno Soares participaram da premiação anual realizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) na última terça-feira e receberam o prêmio de melhores do ano no tênis. O prêmio contou com a presença dos melhores atletas de diversas modalidades e teve Arthur Zanetti, Martine Grael e Kahena Kunze eleitos como melhores do ano no geral.

(Foto: André Durão)

(Foto: André Durão)

Os juvenis Marcelo Zormann e Orlando Luz também estavam presentes e receberam homenagens pelo desempenho nos Jogos Olímpicos da Juventude, conquistando ouro nas duplas e prata em simples com Orlandinho. Outros brasileiros vitoriosos na competição, como a ginasta Flávia Saraiva, vencedora de três provas, também receberam o prêmio.

(Foto: André Durão)

(Foto: André Durão)

O evento aconteceu no Theatro Municipal do Rio de Janeiro com apresentação de Fernanda Gentil e Otaviano Costa e premiou 46 atletas em 43 modalidades, além da presença de ilustres nomes do esporte.

Marcelo Melo e Bruno Soares jogam juntos em Florianópolis

O Correios Brasil Masters Cup será uma grande oportunidade para conferir ao vivo os tenistas mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares, duplistas que encerraram pelo segundo ano consecutivo a temporada entre os 10 melhores do ranking mundial da ATP.

Marcelo Melo encerrou sua temporada competitiva no último domingo com o vice-campeonato do ATP Finals ao lado do croata Ivan Dodig, uma final inédita para o tênis brasileiro nas duplas. O único que conseguiu ir à final do torneio antes de Melo foi Gustavo Kuerten em 2000.

Melo conquistou este ano o título ATP de Auckland, na Nova Zelândia, jogando ao lado do austríaco Julian Knowle. Com o resultado em Londres, ele fecha o ano como número 6 do mundo.

Bruno Soares também fechou o ano competitivo no ATP Finals ao lado do parceiro austríaco Alexander Peya, na fase de grupos. Ao lado de Peya, ele conquistou este ano o ATP de Queen’s, na Inglaterra, e o Masters 1000 do Canadá, em que sua dupla enfrentou a de Marcelo Melo na final, marcando a inédita disputa entre dois brasileiros pelo títulos de um Masters 1000.

Uma das duplas mais cotadas para os Jogos Olímpicos Rio-2016, Marcelo Melo e Bruno Soares também foram decisivos para o Brasil na Copa Davis deste ano, vencendo suas partidas contra Equador e Espanha para ajudar a equipe a retornar ao Grupo Mundial. Em Copa Davis, eles têm oito vitórias e apenas uma derrota, sendo o único revés há quatro anos.

Bruno Soares e Marcelo Melo se juntam no Costão do Santinho, em Florianópolis, na sexta-feira, dia 21 de novembro, às 21h (de Brasília) para enfrentar no Desafio Olímpico a dupla formada por André Sá e Thomaz Bellucci, outro tenista que foi fundamental na vitória do Brasil diante da Espanha no Ginásio do Ibirapuera, vencendo suas duas partidas de simples. A partida será transmitida ao vivo pelo Sportv2.

Bryans conquistam o Finals pela quarta vez

Bob e Mike Bryan conquistaram seu quarto título de ATP Finals neste domingo ao derrotar o brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig em 2 sets a 1, com parciais de 6/7, 6/2 e 10-7.

melo14finals_gw_16112014018

No primeiro set, Dodig e Melo salvaram quatro break points no 4/3 e confirmaram seus saques, levando para o tie-break e conquistando o set. Os americanos reagiram no segundo, quebrando o saque de Melo em duas oportunidades. A partida foi decidida no match tie-break, que contou com novo mini breaks no total e vitória dos gêmeos.

“Mais uma vez a partida foi decidida nos detalhes. Foi um belo jogo, mas uma pena, mesmo, a vitória ter escapado. Tivemos uma semana fantástica, fizemos excelentes jogos, com boas vitórias”, comentou o mineiro. “Seria melhor a vitória, logicamente. Mas esse ano foi excelente, de superação. Ivan e eu não jogamos alguns torneios grandes juntos, por causa de lesão, porém mesmo assim entramos no Finals. Chegar a decisão é uma satisfação imensa”, completou.

Este foi o décimo título dos Bryan na temporada, finalizada com 64 vitórias e 11 derrotas. Já Marcelo e Ivan fizeram história ao serem os primeiros brasileiro e croata a disputar uma final de duplas no Finals. A última vez que um brasileiro disputou o Finals foi em 2000, com Guga conquistando o torneio.

Bryans vencem e enfrentam Melo na final

Bob e Mike Bryan confirmaram o favoritismo e derrotaram os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin em 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3. Os gêmeos buscam seu quarto título no último torneio do ano.

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Em uma partida marcada por muitos erros e baixo aproveitamento no segundo saque dos franceses, Bob e Mike perderam apenas três pontos em seus primeiros serviços e converteram quatro de cinco break points, enquanto os franceses conquistaram apenas sete pontos no primeiro set. Essa foi a quarta derrota sofrida por Benneteau e Vasselin contra os norte americanos.

Os Bryan retornarão em quadra neste domingo para a decisão contra o brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig. As duplas já se enfrentaram em outras seis oportunidades, com quatro vitórias dos gêmeos. A partida acontecerá às 13h30, horário de Brasília, e terá transmissão do canal Sportv2.

Com drama e de virada, Melo e Dodig vencem e avançam para a final

Em partida dramática, Marcelo Melo e Ivan Dodig superaram Lukasz Kubot e Robert Lindstedt, até então invictos, em 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 10-6.

Foto: Gustavo Werneck/VIPCOMM

Foto: Gustavo Werneck/VIPCOMM

“É realmente uma emoção muito grande ir para decisão do Finals. No ano passado, a gente fez vários jogos de alto nível, mas paramos na semifinal. Passar para final é uma bela recompensa pelo ano difícil que tivemos”, destaca Melo. A última vez que o Brasil foi representado na final do torneio foi com Gustavo Kuerten, em 2000, em Lisboa, na antiga Master Cup. Na ocasião, o catarinense conquistou o título.

O primeiro set foi marcado pelo baixo aproveitamento de saque da dupla de Melo, enfrentando seis break points e sendo quebrados no 4/4. No segundo, os papeis se inverteram, com Lindstedt tendo seu saque ameaçado por cinco vezes e sendo quebrado no 4/5, dando a vitória do set para seus adversários e levando a decisão para o match tie-break. Marcelo e Dodig começaram abrindo 6-1 e, mesmo com Kubot e Lindstedt devolvendo dois mini-breaks, o mineiro e o croata administraram a vantagem, fechando em 10-6.

“Foi um jogo muito tenso. Tivemos uma pequena chance no primeiro set, mas não aproveitamos e perdemos. A chave da vitória foi não perder o foco depois de o Ivan ter o saque quebrado. Continuamos focados, acreditando no nosso jogo. Aproveitamos a única oportunidade que tivemos e vencemos o segundo set. Abrimos uma boa vantagem, mas o match tie-break é sempre uma novela. Abrimos 6 a 1 e, logicamente, todos estavam tensos, nervosos. Mas tivemos calma para finalizar”, completa o mineiro.

Com a vitória, Melo e Dodig avançam para a final e esperam os vencedores da partida entre os irmãos Bryan e os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin. A final será neste domingo, às 13h30, com transmissão do Sportv2.

Kubot e Lindstedt vencem a terceira e enfrentam Melo na semi

Lukasz Kubot e Robert Lindstedt finalizaram sua campanha na fase de grupos do ATP Finals com três vitórias, liderando o Grupo A da competição. O polonês e o sueco venceram Jean-Julien Rojer e Horia Tecau em 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6.

Tecau sofreu uma quebra em seu saque no primeiro set, deixando os adversários na vantagem. O romeno voltou a ser quebrado no segundo set, o que não impediu a reação de sua dupla, devolvendo a quebra no saque de Lindstedt e igualando o set. Com os saques sendo confirmados, o set foi para o tie-break, que contou com múltiplos erros de Rojer e Tecau, dando a vitória para os invictos do grupo A.

Kubot e Lindstedt, com a liderança garantida, enfrentarão o brasileiro Marcelo Melo e seu parceiro, o croata Ivan Dodig, na semifinal, programada para este sábado. A outra semifinal contará com os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin e os vencedores de Peya/Soares x Bryan/Bryan, partida que acontece nesta sexta-feira, às 15h45, com transmissão do Sportv2.

Franceses vencem Dodig/Melo e garantem o primeiro lugar

Os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin venceram a dupla formada pelo brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig em 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 10-8, e garantiram a primeira colocação do Grupo B.

No primeiro set, Benneteau teve seu saque quebrado por duas vezes, sendo a última com duas duplas faltas no crucial 4/5, dando a vitória do set para Dodig/Melo. Os franceses voltaram mais seguros em quadra no segundo set, com Benneteau mais participativo e agressivo, encurralando os adversários. O match tie-break foi disputado e, apesar de Marcelo e Dodig terem tomado a vantagem no início, Benneteau e Vasselin retomaram o controle e venceram a partida.

Com o critério de desempate sendo o confronto direto, Benneteau e Vasselin se classificaram em primeiro lugar, seguidos de Dodig e Melo. O brasileiro e o croata enfrentarão Kubot e Lindstedt, enquanto os franceses esperam os vencedores de Peya/Soares x Bryan/Bryan, partida que acontece nesta sexta-feira, às 16h, com transmissão do Sportv2.